A importância dos materiais naturais nos colchões

Casal dormindo junto

Casal dormindo junto

Nossa vida é muito diferente da de nossos ancestrais – tornou-se muito mais fácil e mais simples, mas também diminuiu o contato com a natureza. Isso é evidente em nossos padrões de sono, pois nosso senso de necessidade de sono mudou. À medida que as novas tecnologias se desenvolvem, as pessoas se afastam dos materiais naturais, substituindo-os pelos modernos, principalmente artificiais, mas hoje nossas visões estão mudando e estamos voltando cada vez mais às naturais.

Nossa vida é muito diferente da de nossos ancestrais – tornou-se muito mais fácil e mais simples, mas também diminuiu o contato com a natureza. Isso é evidente em nossos padrões de sono, pois nosso senso de necessidade de sono mudou. À medida que as novas tecnologias se desenvolvem, as pessoas se afastam dos materiais naturais, substituindo-os pelos modernos, principalmente artificiais, mas hoje nossas visões estão mudando e estamos voltando cada vez mais às naturais.

Na maioria das espécies animais, o sono está associado a uma mudança natural do dia e da noite – nos seres humanos deve ser exatamente o mesmo. Mas prolongamos artificialmente o dia para fazer mais, ganhar mais … Muitas vezes vamos dormir antes da meia-noite, embora todos saibamos que um sonho depois da meia-noite não tem um efeito tão benéfico quanto um sonho precoce.

Obviamente, pessoas diferentes precisam de diferentes quantidades de sono (em média, de seis a dez horas), mas precisamos dormir o suficiente. Você deve ir para a cama assim que quiser dormir – essa regra não deve ser negligenciada; caso contrário, no final, a natureza nos castigará.

cama vazia
cama vazia

Ouça o seu relógio interno

Um ritmo de vida mais alto e o afastamento da natureza significam que as pessoas se esqueceram do relógio interno. As pessoas que dormem menos para pegar mais logo perceberão que essa é a abordagem errada. Seu desempenho diminuirá, a eficiência diminuirá e o humor se deteriorará.

O que podemos fazer?

Vá para a cama ao mesmo tempo por três dias seguidos, mas não muito tarde. Não beba álcool ou bebidas energéticas à noite e não acione um despertador – acorde de manhã você mesmo. Saia da cama assim que o alarme interno disparar e fique acordado durante o dia. Faça isso por três dias seguidos para obter um padrão de sono natural. No futuro, adote esse modo.

O importante papel do colchão

Ao escolher um colchão de alta qualidade adequado, você pode reduzir significativamente ou até eliminar não apenas os problemas do sono, mas também as dores nas costas. Um fator importante que afeta a qualidade do colchão é o material certo. Colchões feitos de tecidos naturais, além de conter materiais naturais em uma carga ou revestimento (lã, seda, soja, aloe vera e até prata), são muito populares em todo o mundo. Um dos materiais mais populares, talvez, é a fibra de bambu, tão suave ao toque quanto a caxemira. Além de extremamente macia, a fibra de bambu também possui propriedades antibacterianas e excelente absorção: um tecido contendo fibra de bambu pode absorver quatro vezes mais água que o algodão. Além disso, um revestimento antimicrobiano de bambu natural serve como um desodorizante natural,

Material multifuncional e ecológico Bambu

A fibra de bambu é um material antigo e ecológico que pode ser usado para muitos propósitos. Devido à sua força, suavidade e alta absorção, está se tornando cada vez mais popular na indústria têxtil. A fibra de bambu fornece proteção natural contra germes e não contém produtos químicos nocivos. O alto teor de pectina na fibra de bambu ajuda a restaurar as células da pele e proporciona uma atmosfera mais saudável e confortável para dormir. A fibra de bambu é muito macia e porosa, permite que a pele respire e absorve o suor, mantendo a frescura e a pureza. O bambu também conduz calor muito bem – graças à sua capacidade de regular a temperatura, o colchão fica mais frio e seco no verão e mais quente no inverno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *